WhatsApp

73 - 9 8157-3007

Clique aqui e assista nossa Web TV
Em media day sem faíscas, atletas do UFC 211 apoiam desabafo de Spider - folha da bahia

Esportes

11/05/2017 às 10h49 - Atualizada em 11/05/2017 às 10h49

Em media day sem faíscas, atletas do UFC 211 apoiam desabafo de Spider

administrador
São Paulo - SP
FONTE: Por Adriano Albuquerque, Ana

Stipe Miocic e Junior Cigano se cumprimentam durante o Media Day do UFC 211 (Foto: Evelyn Rodrigues)

Cigano torce por acordo entre companhia e ídolo; Jéssica Andrade diz que é preciso acatar ordens. Jorge Masvidal é o mais exaltado: "O que o esporte está virando?"
Por Adriano Albuquerque, Ana Hissa, Ben-Hur Correia e Evelyn Rodrigues
Direto de Dallas
A casa noturna House of Blues, no centro de Dallas, já recebeu shows incendiários de grandes artistas como Bob Dylan, Alice Cooper, Etta James e Doobie Brothers em seus 125 anos de história. Nesta quarta-feira, o palco recebeu alguns dos maiores artistas marciais mistos do momento, astros do card do UFC 211 do próximo sábado, mas as encaradas entre eles falharam em trazer a intensidade das históricas performances musicais do local. O maior evento do Ultimate no ano vai depender mais das atuações de seus destaques dentro do octógono do que de suas declarações provocativas aos adversários.
Foi inevitável, neste cenário, repercutir o desabafo feito por Anderson Silva contra a companhia na véspera. O lutador brasileiro explicou a razão pela qual não vai mais lutar no UFC Rio 8 do próximo dia 3 de junho, reclamou da situação da divisão dos pesos-médios - "parada" à espera da luta do campeão Michael Bisping contra o ex-campeão dos meio-médios Georges St-Pierre - e conclamou seus companheiros de profissão a exigirem o que fosse melhor para eles. Em sua maioria, os atletas apoiaram a fala de "Spider", ainda que resignados à posição de "funcionários".
- Acho que preocupa todo mundo. A gente está falando de Anderson Silva, o melhor lutador do UFC de todos os tempos. Se é assim para o Anderson Silva, imagina para a gente. Eu acho que é uma situação complicada, entendo um pouco o lado do Anderson, até porque a divisão dos médios é a que está mais parada, as coisas não estão acontecendo. É mais ou menos o que a categoria dos pesados estava vivendo há um tempo, então eu entendo um pouco o lado dele. Espero que ele e o Dana White, o UFC em si, cheguem a um acordo bom, e que possa acontecer. Eu ainda quero ver Anderson Silva lutando - disse Junior Cigano, que faz a luta principal do evento de sábado contra Stipe Miocic, atual campeão dos pesos-pesados.
Desafiante ao cinturão peso-palha de Joanna Jedrzejczyk no coevento principal da noite, Jéssica Andrade se compadeceu com o drama do ex-campeão, de se preparar para uma luta, ver o adversário ser retirado do evento por algum motivo e não receber um substituto.
- Isso é muito complicado, afeta a todos nós como lutadores. Tem uma parte de injustiça grande no UFC, de não sabermos nunca quando vamos lutar. Temos que guardar dinheiro para camp, para pagar treinador e nunca sabemos quando vamos lutar de novo. O UFC é um pouco desorganizado nessa parte. Nessa parte de lutas, é um evento americano. É como lutar em um evento que o dono do evento vai botar a aluna dele para lutar. Se for para os pontos, ela vai ganhar porque é atleta da casa. Temos que batalhar pelo nosso espaço, fazer por merecer e, com certeza, o Anderson não está errado no que falou. Temos que ter mais respeito, somos nós que fazemos o show lá dentro. Nem sempre é do jeito que a gente quer. Às vezes, temos apenas que acatar as ordens - analisou a "Bate-Estaca".
Adversário de Demian Maia na terceira luta mais importante do card principal, o americano de raízes cubanas Jorge Masvidal foi o mais contundente no apoio a Anderson Silva. Ele viu no desabafo um espelho da própria situação de sua divisão, o peso-meio-médio, onde o campeão Tyron Woodley declarou recentemente ter iniciado camp de treinamentos para lutar em julho e correm boatos de que Conor McGregor, campeão dos pesos-leves, poderia ser o adversário.
- Maia, por exemplo, devia ter lutado pelo título. Ele é o número 1 de longe. Todos me perguntam se eu acho que vou lutar pelo título se bater o Maia. Se Deus quiser, se minha mão for levantada no sábado, e eu não lutar pelo título, o esporte saiu completamente do rumo e virou um circo. Quem quiser que vença entre nós é o desafiante número 1 de longe. Eu fico ouvindo que este cara talvez lute com Woodley, aquele talvez enfrente Woodley… O que o esporte está virando? (...) O esporte está num lugar estranho, e um cara como Anderson Silva, um dos maiores campeões que já tivemos, não está feliz? Isso diz muito. Não sei o que ele disse, mas por que não fazer esse cara feliz, de todos as pessoas? Esse cara fez muito dinheiro para a companhia. O que quer que ele esteja pedindo, apenas dê para ele. É o Anderson Silva! - exclamou Masvidal.
O próprio Demian Maia, preterido na disputa de cinturão dos meio-médios apesar de uma sequência de seis vitórias e forçado a enfrentar Masvidal para conquistar a oportunidade, analisou a situação como produto de uma fase de mudanças dentro do UFC, que tem novos proprietários desde julho do ano passado.

- Eu acho que o UFC e o MMA estão passando por uma fase de transição, de entender e decidir se vai continuar sendo esporte, se vai virar um entretenimento. Eu acho que não é incompatível, acho que esporte é entretenimento, mesmo se você valorizar e trabalhar as pessoas que têm um resultado esportivo. Acho que não precisa ser necessariamente o cara que é o trash talker ou que fala besteira e tal. Acho que todos os outros esportes, os esportes antigos provam isso. Acho que os esportes que têm consistência, as pessoas querem ver os campeões contra os campeões e não o que fala mais ou menos. Então, se a gente tomar essa direção, no meu ponto de vista será melhor para o esporte. Lógico que os lutadores são atletas e querem ser valorizados pelo que eles fazem dentro do octógono, a grande maioria. Então, óbvio que se você acaba preterindo um pelo outro por uma suposta maior audiência de uma luta, as pessoas vão ficar chateadas.
Frankie Edgar, outro que se viu com a carreira numa encruzilhada recentemente pela passagem de Conor McGregor, ex-campeão de sua categoria, o peso-pena, para o peso-leve, surpreendeu e ficou em cima do muro. O americano, que enfrenta Yair Rodríguez no card principal, enxerga também o lado de seus empregadores.

- Consigo entender perfeitamente porque o Anderson está chateado, assim como outros pesos-médios ou pesos-leves que também estão chateados porque as divisões estão empacadas. Entramos no esporte para nos tornarmos campeões, mas temos que olhar para o lado dos negócios também, principalmente porque o lado dos negócios é o de fazer lutas do dinheiro. Mesmo para o Bisping, a luta do dinheiro para ele é o GSP, talvez seja a luta que ele mais vai ganhar dinheiro em toda a sua carreira. Então temos que olhar para os dois lados e eu entendo os dois lados - declarou o ex-campeão dos leves.
O Combate transmite o UFC 211 ao vivo e com exclusividade no próximo sábado, a partir de 18h45 (horário de Brasília). O Combate.com acompanha o torneio em Tempo Real e exibe as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo ao vivo. Na sexta-feira, site e canal transmitem a pesagem cerimonial ao vivo a partir de 19h50. Confira o card completo:

UFC 211
13 de maio, em Dallas (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Stipe Miocic x Junior Cigano
Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Jéssica Bate-Estaca
Peso-meio-médio: Demian Maia x Jorge Masvidal
Peso-pena: Frankie Edgar x Yair Rodríguez
Peso-médio: Krzysztof Jotko x David Branch
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h, horário de Brasília):
Peso-leve: Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Peso-leve: Chas Skelly x Jason Knight
Peso-leve: Marco Polo Reyes x James Vick
Peso-palha: Jessica Aguilar x Courtney Casey
Peso-pena: Jared Gordon x Michel Quiñones
Peso-pesado: Chase Sherman x Rashad Coulter
Peso-pena: Gabriel Benítez x Enrique Barzola
Peso-meio-pesado: Joachim Christensen x Gadzhimurad Antigulov

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 25 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados Grupo Tonanews.